Linha Defensiva

Patches da Microsoft em junho/2006

Mega pacote de correções corrige 21 vulnerabilidades em diferentes softwares Microsoft.

Atualizada! — A segunda terça-feira do mês de junho traz 12 boletins que corrigem 21 falhas em vários programas, incluindo Windows, Internet Explorer, PowerPoint e Media Player. A falha no Microsoft Word, que permite que um trojan se instale ao se abrir um documento, também foi corrigida.

Nota Importante sobre o patch do Internet Explorer

A atualização MS06-021 do Internet Explorer fará também uma modificação no modo que o navegador gerencia controles ActiveX, como Flash e Java. Será necessário clicar no controle ActiveX antes que você possa interagir com ele.

A mudança ocorre devido a um problema de licenciamento sobre plugins: O Internet Explorer estaria violando uma polêmica patente de uma empresa chamada EOLAS envolvendo plugins na web. Como a Microsoft se recusou a licenciar a tecnologia da patente, a mudança foi necessária. A validade da patente foi contestada diversas vezes, pois é possível que já existiam tecnologias de plugins antes da patente, o que tornaria a patente inválida.

Toda vez que você visitar uma página na web que possua um controle que necessita ativação, você verá uma mensagem dizendo “Clique aqui para ativar e usar esse controle”. Esse comportamento é normal e os próprios websites terão que tomar medidas para consertar o problema.

Como instalar os patches

Como a Microsoft lançou também patches para o Office, pode ser uma boa idéia visitar o Microsoft Update, pois ele inclui as atualizações do Office. Usuários de Office 2000 deverão utilizar o Office Update para conseguir as correções. Usuários de Windows sem Office instalado podem utilizar o Windows Update.

Resumo dos Boletins

  • MS06-021: Patch cumulativo para o Internet Explorer que corrige falhas críticas que podem permitir execução de código (instalação de vírus). Se você não instalou nenhum dos patches cumulativos para o Internet Explorer ainda, esse se faz extremamente necessário, pois corrige 8 vulnerabilidades. As falhas podem ser exploradas quando você visitar qualquer site na web.
  • MS06-022: Falha no processamento de imagens do tipo ART que permite instalação de vírus ao visualizar uma página na web. ART é um tipo de arquivo de figuras utilizado pela America Online (AOL), mas a Microsoft também incluiu recursos para o processamento de imagens ART no Windows. O patch MS06-021 (acima) desativa a exibição de imagens ART no Internet Explorer, mas a recomendação é instalar as duas atualizações. O pacote para processar imagens ART no Windows 2000 é opcional, o que significa que, por padrão, esse sistema não é afetado pela falha.
  • MS06-023: Patch que corrige uma falha crítica no Microsoft JScript. A falha pode permitir que vírus e trojans se instalem na máquina simplesmente ao visualizar uma página da web. A Microsoft recomenda que esse patch seja instalado juntamente com o MS06-021; caso isso não seja feito poderão haver problemas de compatibilidade.
  • MS06-024: Falha crítica presente no processamento de imagens PNG no Windows Media Player. Assim como as vulnerabilidades acima, pode ser explorada através de páginas na Internet para comprometer o sistema.
  • MS06-025: 2 falhas no serviço de RASMAN (“Gerenciador de conexão de acesso remoto”) 2000/XP/2003 que permitem execução de código. De acordo com a Microsoft, pode ser possível explorar a falha através da Internet, mas o Windows XP tem o serviço vulnerável desativado por padrão, enquanto o XP SP2 e o Windows 2003 necessitam de credenciais válidas para logon, tornando o Windows 2000 a plataforma mais vulnerável. Se você utiliza Windows 2000, você pode desativar o serviço problemático. Para fazer isso, clique em Iniciar -> Executar, digite services.msc e clique em OK. Na lista, procure pelo serviço Gerenciador de conexão de acesso remoto, depois clique com o botão direito nele, selecione Propriedades e troque o ‘Tipo de inicialização’ para Desativado.

    Nota: A Microsoft atualizou este boletim. O serviço problemático seria o serviço de Roteamento e acesso remoto, mas a atualização sugere que o problema na verdade está no Gerenciador de conexão de acesso remoto. Como esta falha pode ser explorada pela rede no Windows 2000, a atualização é muito importante para proteger seu micro.

  • MS06-026: Falha crítica no processamento de imagens WMF que só afeta Windows 98 e ME. Permite execução de código (instalação de trojans) ao abrir uma página da web que contenha uma imagem maliciosa.
  • MS06-027: Corrige a falha do Word descoberta em maio. A falha afeta Word 2000, XP, 2003, Microsoft Works e o Word Viewer e permite que um cavalo-de-tróia seja instalado no sistema quando o usuário abrir um arquivo DOC malicioso.
  • MS06-028: Remove uma vulnerabilidade crítica presente no PowerPoint do Office 2000, XP, 2003 e do Office 2004 para Mac. A falha não pode ser explorada automaticamente via web, mas o PowerPoint 2000 não pede confirmação para abrir/salvar o arquivo, tornando a falha mais grave nessa versão. Para o Office XP, 2003 e 2004/Mac, o patch é classificado como Importante.
  • MS06-029: Falha no Microsoft Exchange que afeta usuários do Microsoft Outlook Web Access, que é praticamente um serviço de webmail do Microsoft Exchange. Uma falha no modo que o Microsoft Exchange processa mensagens em HTML permite que scripts maliciosos sejam executados no computador do usuário que utilizar o serviço. Administradores de servidores Exchange com esse recurso ativado devem instalar o patch para proteger seus usuários.
  • MS06-030: Patch “importante” que corrige 2 falhas, sendo que a mais grave delas permite que um usuário local ganhe privilégios administrativos. A outra falha permite que o usuário trave o computador. Nenhuma das falhas deve afetar usuários domésticos.
  • MS06-031: Falha moderada que só afeta Windows 2000. As condições para explorá-la são raras e difíceis de atender, tornando a falha pouco importante. Não é possível comprometer um sistema através dela.
  • MS06-032: Falha no TCP/IP que pode permitir a execução de código. A Microsoft afirma que o patch é “Importante”, pois o serviço de Roteamento e acesso remoto está desativado por padrão no Windows XP (veja a descrição do MS06-025) e ele é necessário para que a falha seja explorada com sucesso. De acordo com a Microsoft, é mais provável que um cracker consiga apenas travar o sistema e não executar código malicioso por causa dessa falha, o que reduz sua gravidade.
Códigos que exploram as falhas já estão na web

Apenas um dia após a publicação das correções pela Microsoft, já existem na web códigos maliciosos para explorar as falhas MS06-024, MS06-025, MS06-030 e MS06-032 (apenas travamento da máquina). Códigos maliciosos para explorar a falha MS06-027 já estavam na web antes da correção ser lançada. É recomendável que você atualize o sistema o mais rápido que puder.

 
imprimir
Compartilhe

Comentários

Os comentários são de responsabilidade de seus respectivos autores

 
 
Boletim informativo Cadastre-se e receba em seu e-mail

Anuncie | Termos de Uso | Politica de Privacidade | WP

Editado por Altieres Rohr. Mantido pelo Staff Linha Defensiva

Contato Geral:

Parceiro
Site Seguro