Direto do Editor

Direto do Editor | 10/08/2015 13h41 - Atualizado em 10/08/2015 13h43

Começam os problemas com o IPv6: erro na instalação do Office

Tive neste fim de semana o meu primeiro problema relacionado ao IPv6. Precisei instalar o Microsoft Office em dois computadores pela ferramenta de instalação on-line e, em ambos os casos, a instalação não começava.

O problema era simples: a conexão com o servidor da Microsoft estava ocorrendo pelo IPv6, o novo protocolo de endereçamento e comunicação na internet, e essa conexão estava sendo repetidamente cortada, impedindo o Office de prosseguir com a instalação.

Verifiquei que não só a conexão estava sendo cortada, como a latência para o servidor “download.microsoft.com” era bem maior em IPv6: 126 ms contra apenas 13 ms. Ou seja, a otimização de rede da Akamai no IPv6 estava 10 vezes pior para essa conexão.

Conexão via IPv6 e IPv4

Conexão via IPv6 e IPv4

É claro que existem mil fatores a serem considerados. Pode ser um problema no meu provedor de internet (GVT), na Akamai (provedor de internet que distribui os arquivos da Microsoft) ou em qualquer ponto entre os dois. Mas, para quem precisa da internet funcionando, não importa muito quem sejam os culpados. O único fato é o problema.

Para solucionar esse erro, a única medida que encontrei foi desativar o IPv6 nas configurações do adaptador do Windows.

IPv6

O IPv6 é um novo sistema de comunicação e endereçamento. Foi criado para solucionar o limite de endereços da internet — que restringe a quantidade de computadores e dispositivos que podem estar na rede com conectividade plena. O IPv6 deixará a internet pronta para a “internet das coisas”, com uma quantidade de endereços mais do que suficiente para colocar até torradeiras on-line.

Por motivos de compatibilidade, espera-se que rede IPv6 funcione junto da rede IPv4 no futuro próximo. Cada computador ainda tem mais de um endereço IPv6 (um de rede local e um de rede externa), o que significa que um computador comum pode ter três endereços IP.

Rede local

Muitas das regras do firewall do Windows são baseadas em limitações para a “rede local”.

Mas o que é a “rede local” no IPv6 e como essas regras se comportarão na nova rede? Ainda estamos para descobrir.

Medidas como o “redirecionamento de portas” — que talvez alguns conheçam — não fazem mais sentido em IPv6, porque todos os sistemas têm conectividade plena, ou seja, 100% das portas disponíveis para a rede (exceto no caso de bloqueio do provedor, claro).

 

Comentários 2

Os comentários são de responsabilidade de seus respectivos autores

  • Cesar Augusto Rodrigues de Oli

    interessante :)

  • Manoel Viturino

    Eu acabei de passar pelo mesmo problema.

    Foram 3 dias batendo boca com a GVT. Perdi acesso a vários websites ao longo de 3 dias, ate que tive a ideia louca de simplesmente dar um uncheck no protocolo ipv6 de minhas configurações de rede em cada um do adaptadores de rede ativos.

    Problema resolvido.

Alertas no Twitter

 
Parceiro
Site Seguro

Anuncie | Termos de Uso | Politica de Privacidade | WP

Editado por Altieres Rohr. Mantido pelo Staff Linha Defensiva

Contato Geral:

English ©2004-2015 Linha Defensiva. Todos os Direitos Reservados.